SEBRAE Inteligência Setorial

SEBRAE

Moda

Imagem de título do setor Moda
21 de março de 2019

Novo processo EColoRO reduz em 90% o consumo de água no tingimento têxtil

O tingimento têxtil industrial consome e polui milhões de litros de água todo dia.

Novo processo EColoRO reduz em 90% o consumo de água no tingimento têxtil

Depois de usada, essa água está cheia de corantes, químicos e sais. Como reciclar esta água poluída de uma forma eficiente e acessível para que possa ser reutilizada no processo de tingimento têxtil? Cientistas europeus pensam ter encontrado a resposta a esta pergunta com o projeto ECWRTI, que pretende reduzir o consumo de água e os custos usando tecnologias ambientalmente responsáveis.

Na produção têxtil, geralmente se utiliza cerca de 80 litros de água por cada quilo de tecido. Esta água entra no branqueamento do tecido, depois no tingimento e depois, na fixação das cores nos materiais têxteis, para que não desbotem. No fim, a água fica cheia de corantes e muito ácida. Através do processo EColoRO as tinturarias poderão reduzir seu consumo de água em até 90%, pois a tecnologia consiste em eletrocoagulação que elimina os corantes, seguida de filtração por membrana (osmose inversa), para tratar as águas residuais e reciclá-las.

O projeto ECWRTI pretende trazer ao mercado um novo conceito tecnológico que fecha o ciclo da água, separando a água, organometálicos e salmoura e produzindo uma água limpa que pode ser totalmente reutilizada pela tinturaria.

Fonte:
ASSINTECAL
Autor:
ASSINTECAL
Publicado em:
21 de março de 2019

Você também vai gostar de ler