SEBRAE Inteligência Setorial

SEBRAE

Turismo

Imagem de título do setor Turismo
1 de outubro de 2019

'MAIS EMPREGOS, MAIS FATURAMENTO E CRESCIMENTO DO TURISMO NO BRASIL', APONTA PESQUISA DA CNC

De acordo com o relatório da CNC, os resultados são positivos e apontam um faturamento recorde para o turismo brasileiro

'MAIS EMPREGOS, MAIS FATURAMENTO E CRESCIMENTO DO TURISMO NO BRASIL', APONTA PESQUISA DA CNC

A CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) divulgou, na manhã desta terça-feira (1º), os resultados de uma pesquisa inédita sobre o mercado do turismo no Brasil. De acordo com o relatório, os resultados são positivos e apontam um faturamento recorde para o turismo brasileiro. Nos primeiros sete meses de 2019, o faturamento foi de R$ 136,7 bilhões, o maior registrado nos últimos quatro anos. Em um cenário de evolução, o turismo faturou R$ 20,4 bilhões em julho deste ano e teve um saldo positivo de 25 mil empregos gerados nos últimos 12 meses.

“O país vem respondendo positivamente às ações do Ministério do Turismo e do governo federal, demonstrando todo o potencial que nossas belezas e atrativos têm e conquistando a confiança de empreendedores e investidores em nossa economia”, destacou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Além disso, com relação à geração de empregos, o bom resultado divulgado pela CNC se deveu principalmente ao bom desempenho dos segmentos de hospedagem e alimentação e cultura e lazer. Entre julho de 2018 e julho de 2019, todas as regiões do país tiveram saldo positivo de empregos. Foram 12 mil novas vagas no Sudeste; 6,1 mil vagas no Centro-Oeste; 3,3 mil vagas no Sul; 2,3 mil vagas no Nordeste e 1,2 mil vagas no Norte.

Em termos de faturamento, os R$ 20,478 bilhões registrados pela pesquisa da CNC em julho demonstram o crescimento do turismo no Brasil. Em relação a junho de 2019, o crescimento foi de 9%. Já levando em consideração o mês de julho de 2018, o faturamento cresceu 1,5%. Os segmentos que mais se destacaram foram “restaurantes e similares” com faturamento de R$ 10,8 bilhões, uma alta de 3,9% em relação a junho; e “transporte de passageiros” com R$ 5,6 bilhões, uma alta de 20,2%.

“O crescimento do faturamento mensal dá indicativos de alta para os próximos meses, em sintonia com a performance esperada para a economia neste segundo semestre, principalmente em função das possibilidades de gastos dos consumidores”, avaliou José Roberto Tadros, presidente da CNC.

O grande destaque, ao separar por regiões, foi o Sudeste, que apresentou o maior volume de faturamento em julho, com R$ 12,5 bilhões. Em seguida, está a região Sul com registro de R$ 3,33 bilhões no mês de julho. Já entre os estados, o maior destaque é São Paulo, com 41,1% das vendas nacionais das empresas ligadas ao turismo, seguido por Rio de Janeiro (10,4%), Minas Gerais (8%) e Paraná (6%).

Os números são obtidos por meio do Índice Cielo de Vendas do Turismo da CNC, que tem como parâmetros a Pesquisa Anual de Serviços (PAS), o Índice de Atividades Turísticas (Iatur) e a Pesquisa do Turismo, do IBGE, e as taxas de variação da pesquisa Cielo/CNC (ICV-Tur)

Fonte:
Mercado & Eventos
Autor:
Mercado & Eventos - Por Giulia Bottini
Publicado em:
1 de outubro de 2019

Você também vai gostar de ler