SEBRAE Inteligência Setorial

SEBRAE

Alimentos

Imagem de título do setor Alimentos
14 de outubro de 2021

Justo, startup de origem mexicana, anuncia entrada no varejo brasileiro

Ideia é atuar como um supermercado 100% digital e gerar 5 mil empregos nos primeiros dois anos

Alimentos

Com a proposta de usar a tecnologia para promover o comércio justo e o consumo sustentável de produtos locais, a startup de origem mexicana Justo anuncia sua entrada no varejo brasileiro. A ideia é atuar como um supermercado 100% digital.

Inicialmente as entregas só serão realizadas na cidade de São Paulo, com equipe própria. Os pedidos podem ser feitos por aplicativo ou site. Estarão disponíveis vegetais orgânicos, carnes, peixes e bebidas, além de itens de higiene pessoal, beleza e limpeza doméstica.

A startup tem dois fundadores, por coincidência xarás: o mexicano Ricardo Weder e o brasileiro Ricardo Martinez. O investimento anunciado foi de US$ 40 milhões e a expectativa é gerar até 5 mil empregos nos primeiros dois anos, expandindo a operação para as principais cidades do País.

“O Brasil sem dúvida representa uma grande oportunidade. Mas também um grande desafio, devido ao tamanho e complexidade do mercado local. Não tenho dúvidas de que, com o talento e a paixão de todos do time, teremos muito sucesso”, diz Ricardo Weder.

A expectativa é atender um milhão de brasileiros nos próximos 24 meses. Além de estimular o uso consciente de recursos e oferecer um atendimento personalizado, a plataforma capacita produtores locais para vender seus produtos online.

“Estamos chegando no Brasil para transformar a indústria de consumo usando tecnologia com práticas justas e entregar a melhor experiência de compra online. Me enche de orgulho liderar essa missão junto com nosso time de craques justiceiros”, completa André Braga, VP do Justo no Brasil.

ONG Banco de Alimentos

Para a operação brasileira, o Justo contará com a parceria com a ONG Banco de Alimentos, que atua há 23 anos no combate à fome e ao desperdício de alimentos no Brasil.

É no momento da compra que o cliente escolhe se deseja doar à ONG Banco de Alimentos valores de até R$ 10, que serão dobrados pelo Justo, ou seja, a cada R$ 2, R$ 5 ou R$ 10 o Justo dobra o valor. Além disso, a cada R$100,00 em compras no site ou aplicativo, o Justo irá doar R$ 1 para a ONG. Hoje a ONG Banco de Alimentos atende em sua rede mais de 23 mil pessoas na região da Grande São Paulo.

Fonte:
Mercado e Consumo
Autor:
Redação
Publicado em:
14 de outubro de 2021

Você também vai gostar de ler