SEBRAE Inteligência Setorial

SEBRAE

Moda

Imagem de título do setor Moda
6 de junho de 2019

Inovação nos meios de pagamento: Experiências internacionais

No mercado internacional, nos últimos oito anos, surgiram mais de 60 novas empresas de meios de pagamento

Inovação nos meios de pagamento: Experiências internacionais

No mercado internacional, nos últimos oito anos, surgiram mais de 60 novas empresas de meios de pagamento. No Brasil, a expectativa das novas gerações por soluções adequadas às suas experiências na internet estimulam a proliferação das chamadas Fintechs (financial + technology, startups de serviços financeiros): de 54 em agosto de 2015 para 377 em maio de 2018, crescimento de 598%. Somente em 2018, foram investidos mais de R$ 1 bilhão, sendo que cerca de 14% receberam mais de R$ 20 milhões; do total, 32% com foco em meios de pagamento (Fonte: Accenture/2019). Vale conhecer o que vai pelo mundo, parte desses apps chegarão por aqui em breve (ou modalidades semelhantes nacionais).

Com uma população de 1 bilhão e 500 milhões, a China possui uma das maiores plataformas digital de pagamentos do mundo (inclui poupança, transferência de recursos, serviços financeiros). O Alipay, controlado pela Ant Financial, “braço" financeiro do grupo Alibaba, é uma plataforma de pagamento móvel criada em 2004, inicialmente estabelecida em Hangzhou e transferindo-se em 2015 para Puddong, ambas cidades na China. Atualmente possui 520 milhões de clientes, 9 trilhões de dólares transacionados anualmente e mais de 100 milhões de transações diárias; opera na Ásia, Europa, América do Norte e Australia, sendo aceito em 70 mercados e mais de 80.000 varejistas mundo afora. Seu principal produto é o “Alipay Wallet” (pagamento via celular), operado por meio do QR Code: o consumidor escaneia o QR code no aplicativo, de imediato aparecem na tela do celular as informações da transação em curso, o consumidor informa o PIN (ou identificação biométrica) confirmando o pagamento, que é concluído com sucesso.

O outro líder do setor é o WeChat Pay do grupo gigante de tecnologia Tencent (figura dentre as nove maiores empresas de tecnologia mundiais - Facebook, Amazon, Apple, Microsoft, Google, IBM, Alibaba, Baidu e Tecent) -, é a maior plataforma mundial de meios de pagamento via celular com 1 bilhão de usuários e 7 trilhões de dólares transacionados anualmente, cobrindo praticamente todos os serviços financeiros. Como seu maior concorrente, Alipay, a estratégia é de internacionalização, tendo começado por Hong Kong e África do Sul, locais com grande concentração de habitantes do idioma chinês (mandarim).

Reconhecendo que os clientes não precisam de novos bancos, mas sim de melhores alternativas para realizar operações financeiras, o aplicativo inglês Curve oferece como solução um cartão de pagamento que permite que o usuário consolide seus cartões de débito e crédito (utilizado online e offline). Lançado em 2016 como beta (modalidade de teste), considerada pela revista Wired Money a melhor startup em 2017, começou efetivamente a funcionar em janeiro de 2018 no Reino Unido. Possui atualmente 100 milhões de usuários ativos e, apenas na fase de teste, transacionou mais de 100 milhões de libras. Aparentemente, a maior vantagem é facilitar a vida dos portadores de múltiplos cartões; no app o usuário escolhe o cartão a ser direcionado a transação em curso.

Outra experiência inovadora vem da Suécia, o banco Klarna: fundado em 2005, faturou 530 milhões de dólares em 2017; atualmente tem 60 milhões de usuários ativos, com 800 mil transações diárias em 100 mil estabelecimentos credenciados. O mote é “try before you buy” (teste antes de comprar): após 30 dias da compra do produto, o usuário recebe uma notificação de pagamento, que pode ser quitada em 4 parcelas sem juros ou à vista. O Klarna assume o risco financeiro do lojista, simplificando o processo de compra.

A Zelle é uma rede de pagamentos digitais americana, pertencente à Early Warning Services, empresa de serviços financeiros dos bancos Bank of America, BB & T, Capital One, JPMorgan Chase, Banco PNC, US Bank, Citibank e Wells Fargo. O app transfere dinheiro, em minutos, entre mais de 200 bancos habilitados nos EUA. Basicamente o procedimento começa com o usuário indicando seu e-mail ou número do celular local (EUA) por meio do aplicativo de mobile banking ou do aplicativo Zelle; em seguida, o usuário insere o e-mail ou número de celular do destinatário e o valor a ser enviado. O destinatário recebe uma notificação com instruções de como proceder, e a transação é finalizada. Em 2018, foram transacionados US$ 119 bilhões (60% de crescimento em relação à 2017) em 435 milhões de transações (76% de crescimento).

Finalizando, chegamos à Argentina, país vizinho com distintos modelos de pagamento instantâneo via celular, modalidade denominada de PEI - Pago Electrónico Inmediato. A título de comparação, as operações de crédito levam 18 dias para compensar, as de débito 48 horas, e as PEI de imediato, com a vantagem adicional de não incidir o imposto IVA (equivalente ao ICMS) nem MDR (Merchant Discount Rate). Como destaques, citamos o Todo Pago, o Vale Mobi e o Link.

Texto: Dora Kaufmann

Imagem: Divulgação

Fonte:
Sebrae - Inteligência Setorial
Autor:
Dora Kaufmann - Consultora do Sebrae
Publicado em:
6 de junho de 2019

Você também vai gostar de ler