SEBRAE Inteligência Setorial

SEBRAE

Moda

Imagem de título do setor Moda
14 de agosto de 2019

GAP ASSINA ACORDO DE ENERGIA RENOVÁVEL PARA REDUZIR SUA PEGADA DE CARBONO

A empresa americana de moda, Gap Inc., quer reduzir sua pegada de carbono e, para isso, assinou um novo acordo de energia eólica

GAP ASSINA ACORDO DE ENERGIA RENOVÁVEL PARA REDUZIR SUA PEGADA DE CARBONO

O conglomerado - cujo portfólio de marcas inclui Old Navy, Gap, Banana Republic, Athleta e Intermix - assinou um contrato de compra de energia de 90 megawatts de 12 anos para o Aurora Wind Project (Projeto Eólico Aurora) com a Enel Green Power North America. De acordo com a Gap, o acordo permitirá atingir sua meta anunciada em 2015 de reduzir em 50% as emissões de gases de efeito estufa de escopo 1 e 2 de suas instalações até 2020.

A Gap estima que a produção de energia eólica incluída nesta compra implicará em uma redução nas emissões de gases de efeito estufa equivalente à remoção de 60.000 carros das ruas anualmente.

"Temos a responsabilidade de reduzir nosso impacto climático", disse Art Peck, presidente e CEO da Gap Inc., em comunicado. "Para a Gap Inc., fazer parte da solução climática significa fazer investimentos estratégicos na geração de energia limpa.” Art Peck acrescentou que a empresa também se comprometeu a alcançar 100% de energia renovável em todas as suas instalações globais até 2030.

A Gap não é o único player da moda a tomar medidas importantes para reduzir sua pegada de carbono. No mês passado, a Levi Strauss & Co. divulgou uma série de metas baseadas em ciência para reduzir em 90% as emissões de gases de efeito estufa em suas instalações até 2025. A gigante de roupas esportivas Puma também anunciou recentemente que quer reduzir sua emissão de gases de efeito estufa em 35% até 2030. Metas semelhantes também foram anunciadas pelas marcas de luxo Ralph Lauren e Burberry.

Fonte:
Fashion Network
Autor:
Fashion Network - Novello Dariella
Publicado em:
12 de agosto de 2019

Você também vai gostar de ler