SEBRAE Inteligência Setorial

SEBRAE

Construção civil

Imagem de título do setor Construção civil
19 de maio de 2021

609 atividades empresariais ficam dispensadas de licenciamento ambiental do INEA

Norma foi elaborada pelo corpo técnico do INEA, com apoio do Sebrae Rio, Junta Comercial e membros do Comitê Gestor de Integração do Registro Empresarial

609 atividades empresariais ficam dispensadas de licenciamento ambiental do INEA

Em mais um passo na busca pela simplificação e combate à burocracia, o Instituto Estadual do Ambiente aprovou a Resolução nº 217, que dispensa 609 atividades empresariais de licenciamento ambiental e regulamenta a declaração online de inexigibilidade do licenciamento. Com a nova medida, além da facilidade de obter essa declaração de forma on-line e imediata, o empreendedor ganha uma maior segurança jurídica aos negócios. A norma foi elaborada pelo corpo técnico do INEA, com apoio do Sebrae Rio, Junta Comercial e membros do Comitê Gestor de Integração do Registro Empresarial.

A medida atende regras da Lei da Liberdade Econômica para redução da burocracia nas atividades econômicas e estabelece quais atividades são classificadas como inexigíveis de licenciamento do ponto de vista ambiental, além de simplificar o processo de emissão da declaração por parte do órgão licenciador. Para saber se sua atividade é inexigível, o empresário pode consultar o sistema e inserir sua CNAE por meio do link http://200.20.53.7/pesquisacnae/cnae ou acessar o sistema integrador da Junta Comercial.

“Este trabalho faz parte do movimento de informatizar e descentralizar as atividades de licenciamento, concentrando os esforços na análise técnica dos empreendimentos de impacto mais relevantes. O que estamos fazendo é a integração à Redesim, e tornando o fluxo do licenciamento ambiental mais transparente, acessível, simplificado e veloz”, explica Philipe Campello, presidente do INEA.

“A publicação representa um marco significativo para os pequenos negócios, que agora já poderão identificar previamente se sua atividade empresarial é dispensada do licenciamento ambiental. Destaco que a Resolução reflete a compatibilização dos procedimentos do órgão estadual ambiental com as diretrizes da Redesim e da Lei Da liberdade Econômica, o que certamente impactará positivamente o ambiente de negócios do Estado”, reforça Tito Ryff, gerente de Políticas Públicas do Sebrae Rio.

“A iniciativa do projeto do INEA facilitará ainda mais a vida do empresário Fluminense, fortalecendo e harmonizando o procedimento junto aos Municípios do Estado do Rio de Janeiro e permitindo aqueles que utilizam o sistema integrador administrado pela JUCERJA maior segurança e desburocratização. Gostaria de parabenizar o presidente do INEA, Philipe Campello e sua equipe pelo excelente trabalho realizado”, complementa Affonso D’Anzicourt, presidente da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro e do COGIRE.

Fonte:
Jornal do Estado do Rio
Autor:
por Carla Morietti
Publicado em:
15 de maio de 2021

Você também vai gostar de ler